Avaliação a Valor Justo ou Fair Value: o que você precisa saber sobre o assunto?

Avaliação a Valor Justo ou Fair Value: o que você precisa saber sobre o assunto?

6 minutos de leitura

A avaliação a Valor Justo, ou Fair Value, define o valor de negociação de um ativo ou passivo que esteja sendo vendido. As partes interessadas devem conhecer o negócio, e todos os itens da negociação devem ser analisados de acordo com as condições do mercado no momento.

Tais assuntos devem ser avaliados mediante os artigos 183, VII e 184, III, da Lei 6.404/1976 e Lei 11.638/2007. Nem sempre o conceito de Ajuste a Valor Presente (AVP) refere-se ao valor justo a ser pago pelos bens colocados à venda. Veja abaixo várias informações que você precisa saber sobre o assunto.

Avaliação a Valor Justo

A Avaliação a Valor Justo foi aprovada pela Resolução do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) número 1.428/2013 e regulamentada pela NBC TG 46 — Mensuração do Valor Justo. Essa expressão é dada para a venda de ativos ou transferência de passivos. Portanto os valores devem ser justos para ambas as partes. Tudo isso impacta nos resultados da gestão e elaboração de novas estratégias das empresas.

Reavaliação de ativos em uma empresa

O processo de reavaliação de ativos de uma empresa é realizado para fazer a atualização do valor do bem. Esse é um procedimento de gestão patrimonial e ocorre porque os valores de mercado dos bens estão sempre mudando. Para reavaliar esses itens, é necessário verificar a depreciação, a valorização, o valor residual e até mesmo sua recuperabilidade (teste de impairment).

Ainda é possível fazer a reavaliação de ativos?

Infelizmente, essa é uma questão ainda controversa no Brasil. Caso a administração da empresa opte em realizar, recomenda-se que seja por profissionais especializados.

Quais CPCs estão relacionados à nova forma de reavaliação dos ativos?

O Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) tem como objetivo estudar e preparar pronunciamentos técnicos de contabilidade. Por exemplo, o CPC 27 visa estabelecer o tratamento contábil de ativos imobilizados. Já o CPC 31 fala sobre o ativo não circulante mantido para venda e operação descontinuada. O CPC 29 abrange o ativo biológico e os produtos agrícolas. O CPC 01 que trata sobre o teste de recuperabilidade de ativos (test de impairment), também deve ser observado.

O contador e as novas normas de contabilidade adotadas pelo Brasil (IFRS) 

O International Accounting Standards Board (IASB), ou Conselho de Normas Internacionais de Contabilidade, é a organização que atualiza as Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS). Nesse contexto, a IFRS 13 trata do valor justo e da sua hierarquia. A definição atualizada dessa norma dispõe sobre o valor que seria recebido por meio de uma venda de um ativo ou transferência de um passivo.

Nova contabilidade

Devido ao avanço tecnológico e todas as atualizações cotidianas, o Conselho Nacional de Contabilidade (CFC) resolveu fazer algumas modificações em sua ferramenta de trabalho. Um sistema unificado foi apresentado aos contadores: o E-fiscalização. Por meio dele, será possível realizar várias tarefas, sendo que uma delas será a verificação quanto à correta aplicação das normas contábeis adotadas pelo Brasil, de responsabilidade de cada profissional.

eLearning 

O eLearning (Eletronic Learning), traduzindo para o português, Aprendizagem Eletrônica, nada mais é do que uma forma de estudar online. O aluno recebe aulas via internet sobre vários assuntos. Dessa maneira, o contador pode aprimorar seus conhecimentos em rotinas diárias, sem ter que sair de casa ou do escritório.

Importância da educação continuada para a profissão e para o profissional 

A Educação Continuada é utilizada para melhorar os conhecimentos dos profissionais. Eles necessitam estar sempre atualizados para aplicar novos conhecimentos em suas rotinas diárias.

Leia também -  Fui promovido após o curso da BLB Brasil Escola de Negócios: case de sucesso do aluno Fagner Oliveira

Desenvolvimento de carreira de contadores

Os contadores são aqueles profissionais que fizeram curso Técnico em Contabilidade ou uma faculdade de Ciências Contábeis. Como a tecnologia e as mudanças avançam rapidamente, eles têm a necessidade de continuarem estudando. Existem alguns cursos de qualificação que são excelentes opções para que os contadores desenvolvam suas carreiras.

NBC PG 12 — Educação continuada

A Educação Profissional Continuada (EPC) é regulamentada pela NBC PG 12. Determinada pontuação na EPC é exigida anualmente aos contadores que desejam continuar atuando em sua profissão.

Contabilidade e finanças: normas contábeis adotadas no Brasil 

O Brasil começou a adotar as Normas Internacionais de Contabilidade (IFRS), que servem para dar suporte aos contadores em todos os seus trabalhos e para que eles possam se sentir seguros nas tomadas de decisões cotidianas.

Reconhecimento de receita — Programa de Educação Continuada 

Uma nova norma de Recolhimento de Receita, a IFRS 15/ CPC 47, foi publicada pelos órgãos IASB e FASB. Algumas empresas terão facilidade em se adequar, já outras terão um pouco mais de dificuldade. O programa de Educação Profissional Continuada (EPC) pode ser um aliado na hora de treinar os profissionais. Comece a planejar as mudanças agora mesmo.

Necessidade da reciclagem profissional em seu mercado de atuação 

Todos os mercados de atuação exigem dos trabalhadores que estejam sempre se atualizando. Por isso, é importante se inscrever em cursos de reciclagem. O aperfeiçoamento profissional é bom, tanto para a empresa como para o contador. Então, não perca tempo e faça cursos em sua área!

Prazo de apresentação da documentação necessária para gerar os pontos para o programa 

O prazo para apresentar a documentação para gerar os pontos é até o dia 31 de janeiro do ano subsequente ao que o profissional estiver obrigado. Os contadores devem estar sempre atentos às datas solicitadas para não perder o dia da entrega de relatórios e outras documentações.

Não deixe as atividades geradoras de pontos para a última hora

Todas as atividades geradoras de ponto não devem ser deixadas para a última hora. O profissional de contabilidade deve antecipar os cálculos e anotações necessárias sempre que for possível. Nada deve ser deixado para o final do ano, pois esse é um dos momentos mais difíceis em todos os setores.

Seja você um contador experiente ou um estudante da área contábil, saiba que é muito importante seguir as normas para realizar a Avaliação a Valor Justo. Todas as mudanças realizadas no decorrer dos anos devem ser cuidadosamente analisadas. Dessa maneira, tudo que for feito em seu dia a dia será realizado de forma correta, e os ativos serão vendidos por um preço justo.

Achou nosso conteúdo sobre Avaliação a Valor Justo ou Fair Value interessante? Então aproveite e informe-se mais, lendo sobre como se manter atualizado na área de contabilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *