Curso de extensão em contabilidade: por que continuar estudando?

Curso de extensão em contabilidade: por que continuar estudando?

6 minutos de leitura

O mundo globalizado do século 21 está em constante transformação, exigindo que as pessoas acompanhem o ritmo de suas mudanças, tanto na esfera profissional quanto na social. Você já deve ter percebido que somos bombardeados por uma constante enxurrada de informações e atualizações, que vão de leis e tributos ao hardware dos computadores de mesa.

É fácil constatar que o mercado de trabalho está cada dia mais especializado, em busca de profissionais que estejam abertos às suas flutuações e prontos a aprender novas habilidades, bem como a reciclar os conhecimentos já adquiridos. Continuar seus estudos e investir em um curso de extensão pode ser o diferencial na concorrência a um novo emprego, ou para ser reconhecido dentro de sua empresa, especialmente nas áreas fiscal, jurídica e tributária.

E qual seria a importância e os benefícios de um curso de extensão para o contador? O que significa apostar em uma capacitação continuada? Qual é a hora de investir nessa empreitada?

Para ajudar a responder a essas perguntas, leia este post. Vamos falar dos motivos para continuar se aperfeiçoando após a graduação e convidá-lo a uma reflexão sobre o momento certo de fazê-lo.

O que é um curso de extensão

Saiba que os cursos de extensão são oferecidos a profissionais já atuantes em suas respectivas áreas, que desejam lapidar suas habilidades e também a universitários que procuram colocar seus conhecimentos em prática. Tais cursos não são, necessariamente, equivalentes às pós-graduações e geralmente duram menos tempo.

As instituições que oferecem cursos de extensão têm como objetivo capacitar seus alunos e promover a atualização de conceitos, atendendo às demandas do mercado de trabalho. Além disso, do ponto de vista das empresas, esses cursos funcionam como um indicador de interesse na renovação de habilidades.

As modalidades disponíveis

Além das opções da modalidade presencial, com diferentes cargas horárias, você encontra cursos de extensão a distância, por meio das plataformas EAD, o que facilita o acesso e o acompanhamento.

E o que é melhor: há boas escolas que oferecem também os cursos in company, o que significa que você nem precisa sair da empresa para estudar. Então, não há motivos para não ter um curso de extensão no currículo para enriquecer sua bagagem profissional e atestar seu esforço concreto na busca pelo aperfeiçoamento.

O impacto na carreira do contador

De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), a contabilidade é uma ciência social e, como tal, demanda um conjunto de competências bastante específico de seu profissional. O contador, por precisar lidar com inúmeras reviravoltas e reformulações financeiras, patrimoniais e tributárias, deve estar sempre atualizado no que diz respeito à legislação que rege seu campo de atuação.

Outro motivo para estar atento às oportunidades de especialização são os fenômenos contábeis, as novidades na transmissão de informações e as variações do cenário econômico. Em nosso país e no mundo, mudanças podem surgir a qualquer instante e transformar ou questionar uma prática até então enraizada e reproduzida diariamente.

Investir em um curso de extensão permitirá que você se mantenha atualizado e melhore seu desempenho no trabalho, o que trará uma vantagem competitiva na busca por um novo emprego ou por uma promoção.

A zona de conforto e como evitá-la

Se já temos as motivações em mãos, qual seria então o momento certo de investir em um curso de extensão? Bem, para a coach Janaina Manfredini, ele acontece quando um colaborador está entrando em sua zona de conforto profissional, ou seja, quando ele sente que desempenha suas atividades com perfeição e que não há mais nada que possa aprender.

Leia também -  Saiba como montar processos de auditoria

Essa sensação de estagnação não é boa, posto que, na era tecnológica em que vivemos, os conhecimentos precisam ser reciclados com frequência. É necessário reconhecer que sempre podemos descobrir novas maneiras de executar uma tarefa. A zona de conforto, portanto, apresenta uma ameaça à ascensão na carreira.

A transformação de paradigmas

Flávia Kurth, sócia-diretora da Véli Soluções em RH, de Blumenau, acredita que essa ideia de momento ideal já não faz mais sentido, pois quem não se atualiza fica para trás. “Quem não se atualiza corre o risco de perder o compasso do negócio, não conseguir mais resgatá-lo, e prejudicar substancialmente sua carreira.”

Por outro lado, quem se assume um eterno aprendiz nunca perde o ritmo dos acontecimentos, pois está sempre atento às possibilidades, evitando assim fechar seus horizontes e tornar-se obsoleto.

O equilíbrio entre iniciativas pessoais e profissionais

Tenha em mente que um curso de extensão vem da necessidade de reconhecer e definir prioridades. Deve existir uma busca pelo equilíbrio entre as iniciativas pessoais, que visam à satisfação das ambições afetivas e de lazer, e os investimentos na carreira escolhida, o que também conta para que um indivíduo sinta-se realizado.

O ideal, o saudável, é mesclar projetos de ambas as naturezas diariamente. Se você decidir investir seu tempo numa capacitação continuada por meio de um curso de extensão, você focará suas energias na construção de seu futuro, em vez de se permitir consumir pelo burburinho das redes sociais, por exemplo.

As metas e os resultados concretos

Para ser bem-sucedido você precisa traçar metas e estabelecer prioridades. Reconhecer o próprio potencial é fundamental para desenvolvê-lo, buscando ser reconhecido pelo seu esforço. Um curso de extensão representa um avanço nessa jornada, um passo em direção ao resultado almejado.

Para um contador, é imprescindível a atualização constante porque seu desempenho está atrelado a um campo de conhecimento social, patrimonial e mutável, no qual sempre surgem novidades, tanto por parte do governo quanto por parte das empresas.

Sua profissão exige que ele atue, com frequência, como mediador entre as entidades públicas e privadas, acomodando o interesse de ambas, por isso é altamente recomendável que ele se comprometa com a qualificação constante.

O diferencial ao seu alcance

Podemos concluir, portanto, que há, por parte das organizações, uma valorização sistemática daqueles profissionais que de fato buscam as ferramentas para ampliarem suas habilidades, reciclarem seus conhecimentos e evitarem a estagnação.

Ficou convencido dos benefícios e da importância de se manter atualizado para conseguir acompanhar e suprir as demandas de um mercado global e especializado? Pois você é nosso convidado para conhecer nossos cursos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *