Compreenda a importância da educação continuada nas empresas

Compreenda a importância da educação continuada nas empresas

6 minutos de leitura

Estudar constantemente, para adquirir ou aprimorar conhecimentos profissionais, é uma das práticas que garantem a excelência quando se trata de trabalho. Pensando nisso, é cada vez mais comum a implementação da educação continuada nas empresas.

Se antes a obrigação de buscar uma boa formação recaía sobre os ombros de cada profissional, hoje as empresas percebem que pode ser mais interessante se elas mesmas montarem um programa de estudos para seus colaboradores, pois assim garantem que eles vão estar a par de práticas, mudanças ou valores que a empresa realmente considere válidos.

Quer compreender o que é a educação continuada e por que ela é tão importante dentro das empresas? Então continue a leitura deste texto!

Definição de “educação continuada”

Antes de entender a importância da educação continuada nas empresas, vale a pena ter claro qual é o significado desse conceito. A professora dra. Maria Júlia Paes da Silva, da Escola de Enfermagem da USP, apresentou uma ótima definição em uma de suas publicações.

Educação continuada é, segunda ela, um “conjunto de práticas educacionais planejadas no sentido de promover oportunidades de desenvolvimento do funcionário, com a finalidade de ajudá-lo a atuar mais efetivamente e eficazmente na sua vida institucional”.

Apesar de atuar com Enfermagem, sua definição de educação continuada é aplicável a todos os campos profissionais, visto que adquirir conhecimentos práticos relacionados ao trabalho é uma vantagem para qualquer pessoa.

A própria autora explica, ainda, que “a educação continuada está voltada para melhorar ou atualizar a capacidade do indivíduo, em função das necessidades dele próprio e da instituição em que trabalha”. Ou seja, a empresa tem muito a ganhar ao se preocupar em treinar seus funcionários, e as vantagens listadas abaixo explicitam isso.

Importância da educação continuada nas empresas

Muitas vezes os profissionais, cientes de que precisam estar constantemente atualizados e de que continuar estudando é uma forma de alcançar melhores postos de trabalho, investem por sua conta em formação.

Porém, as empresas já identificaram as vantagens geradas ao oferecem cursos a seus funcionários, tais como:

Os indivíduos adquirem conhecimentos que realmente interessam

Se é a própria empresa que se responsabiliza pela educação continuada, aumentam as chances de que seus funcionários aprendam exatamente o que é necessário para exercer as funções esperadas no ambiente de trabalho.

Ninguém melhor do que os gestores para identificar no que seus funcionários precisam se especializar mais ou para montar uma estratégia de estudos condizente com os objetivos da empresa.

Se os funcionários realizam a formação estipulada, a equipe gestora pode exigir mais deles e ficar mais segura de que serão capazes de realizar trabalhos específicos.

Os funcionários colocam em prática os valores corporativos

E não são somente conhecimentos técnico-profissionais que podem ser passados com as ações de educação continuada. Os cursos e outras iniciativas ajudam, também, a transmitir valores morais e corporativos, ou seja, as práticas e posturas que a instituição espera de seus colaboradores.

A educação continuada pode abordar assuntos como: ética nas relações interpessoais; melhores práticas de relacionamento com o cliente; perfis de liderança adequados para progredir na carreira; práticas que ajudam com a sustentabilidade dos negócios. Ou seja, todo tema pertinente ao ambiente profissional pode ser incluído nas ações formativas.

O pessoal se motiva e permanece na empresa

Pagar pelos estudos, em suas mais variadas formas (cursos on-line, presenciais, congressos, pós-graduação etc.) pode ser um investimento alto para o profissional — e, por isso, ele adia a continuidade de sua formação.

Leia também -  Balanced Scorecard: o que não é medido não é gerenciado

Quando a empresa oferece aos funcionários a possibilidade de estudarem ou participarem de eventos formativos, eles se sentem honrados e reconhecem o investimento que está sendo feito em suas carreiras.

Com isso, há dois grandes ganhos para a empresa: primeiro, a motivação que será gerada no pessoal para pôr em prática os conhecimentos adquiridos; segundo, a vontade de continuar trabalhando na empresa, pois eles sabem que, frequentemente, terão a chance de se aperfeiçoar. Com isso, é possível fidelizar a equipe, diminuindo a rotatividade de pessoas.

Toda a equipe se equipara quanto ao conhecimento

É comum e natural que as equipes sejam heterogêneas, ou seja, constituídas por profissionais com experiências distintas, com menos ou mais anos de atuação, alguns com uma formação mais completa e densa, outros com uma formação mais rasa.

Porém, a educação continuada é a chance de oferecer a todos uma formação equiparada, ou seja, todos os membros da equipe submetida às ações educacionais vão ter acesso aos mesmos conteúdos, sendo todos capazes de pôr em prática aquilo que foi ensinado.

Empresas grandes, com sedes em mais de um território, podem usar a educação continuada para padronizar procedimentos nos seus distintos escritórios ou estabelecimentos, pois muitas das ações formativas podem ser acessíveis a todos se forem na modalidade a distância (cursos on-line, videoaulas, palestras gravadas etc.).

Portanto, mesmo os funcionários que estão longe da gestão central têm a chance de saber o que se espera da atuação deles.

Todos ficam a par de atualizações e mudanças

Todos os setores profissionais estão suscetíveis a mudanças pelas mais diversas causas. Muitas vezes, novas leis e medidas surgem para regularizar práticas profissionais; noutras, a própria empresa decide alterar suas estratégias, o que causa mudanças operativas ou a necessidade de rever certos procedimentos.

A educação continuada é uma forma de mostrar aos funcionários essas novidades. Muitas vezes é possível reaproveitar cursos ou materiais usados anteriormente, bastando atualizá-los com as novas informações.

Uma boa estratégia é recorrer a cursos oferecidos por órgãos oficiais ou empresas especializadas no seu ramo de atuação, pois essas instituições, devido à expertise de seus profissionais, são as mais confiáveis na hora de garantir a seus funcionários a atualização profissional de que necessitam.

Investir na educação constante dos funcionários fortalece a qualidade dos serviços oferecidos por uma empresa, contribuindo para seu reconhecimento no mercado e para a satisfação de seus clientes. Tudo isso resulta no que todo líder quer: a prosperidade da empresa.

Tem interesse em conhecer mais tópicos relacionados à educação continuada nas empresas? Então, assine nossa newsletter e receba informações sobre nossos cursos e as melhores práticas na área de Negócios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *