9 estilos de liderança e qual é o mais recomendado para cada situação

9 estilos de liderança e qual é o mais recomendado para cada situação

7 minutos de leitura

O ser humano é diverso e lida com as situações influenciado por seu caráter e suas crenças. Logo, quando pensamos nas pessoas que comandam outras, em qualquer instância da vida, percebemos que há estilos variados de liderança.

Se você já é líder (ou quer ser) e pretende entender melhor as posturas de comando que mais predominam, fique atento a este texto! Aqui você vai conhecer 9 estilos de liderança adotados no meio corporativo. Confira e veja o que pode aprender.

Estilos de liderança

Liderar significa levar uma ou mais pessoas a agirem conforme sua orientação, ou seja, ser capaz de influenciar e persuadir o outro a fazer determinada ação.

A liderança pode ser influenciada por diversos fatores, como a capacidade de argumentação, o conhecimento acumulado, o entrosamento com o grupo a ser liderado etc.

No mundo administrativo, são perceptíveis três estilos de liderança:

  1. Autocrática: quando o líder centraliza em si as decisões;
  2. Liberal: quando o líder interfere pouco, deixando o poder de decisão a cada indivíduo; e
  3. Democrática: quando o líder organiza os liderados de forma que as decisões sejam feitas em conjunto.

Dentre eles, a liderança democrática é a mais equilibrada. Quem age de acordo com ela tem mais chances de conseguir trabalhar em harmonia com sua equipe.

Porém, nem sempre é possível manter-se, a todo tempo, como um líder democrático. O mais comum é que as pessoas sejam influenciadas, em maior ou menor grau, por cada um dos estilos de liderança.

Posturas do líder

Dependendo de quanto a pessoa se apega a um ou mais estilos de liderança, ela pode assumir diversas posturas, tais como:

1. Autoritária

Postura daquele líder em que prevalece a liderança autocrática, ou seja, ele determina o que deve ser feito, como e por quem e espera que os subordinados obedeçam sem contestar.

Ao mesmo tempo em que essa liderança, em geral, gera uma alta produtividade, ela também causa frustração e dificuldade de relacionamento entre as pessoas da equipe, que se sentem pressionadas e mais dispostas a resultados individuais do que coletivos.

É uma liderança que costuma ser efetiva em situações em que a ordem e a hierarquia são valorizadas, como no comando de forças armadas ou policiais.

2. Coaching

A postura coaching é assumida por um líder que consegue identificar os potenciais de cada membro da equipe e delegar tarefas que sabe que executarão bem. Esse líder também incentiva as pessoas a buscarem, sempre, crescimento pessoal e profissional.

Como o líder coach valoriza os funcionários dedicados e proativos, ele pode adotar uma postura professoral, colocando em evidência aqueles que são “os melhores” e esquecendo-se de incentivar, também, os que estão com um baixo desempenho.

Em ambientes em que é necessário estudo e reciclagem constantes, o líder coach atua bem. Assim, ele é ideal para comandar equipes no mundo da educação, além de profissionais que lidam o tempo todo com mudanças, como os de TI e outros serviços digitais.

3. Democrática

Nesta postura, prevalece o estilo de liderança democrática em grande parte do tempo. O líder, no geral, ganha a simpatia do grupo por sua capacidade de escuta para definir o que é melhor para a maioria.

A desvantagem é que os que discordam da decisão tomada, ou se sentem prejudicados, podem afrontar o líder ou tentar levar as outras pessoas a ficarem contra ele no futuro.

Tal postura de liderança é a mais recomendada em qualquer trabalho, mas, em especial, em ambientes nos quais é preciso atuar em prol de diversos públicos, como escolas (de modo que funcionem bem para os alunos, pais, professores e demais funcionários), ONG ou empresas públicas.

4. Exigente

O líder assume essa postura quando cobra demais seus subordinados. No geral, o líder exigente tem muito conhecimento da área em que atua, e por isso não admite que as tarefas sejam mal feitas.

Se por um lado essa postura garante, praticamente, a perfeição das atividades, por outro pode gerar um estresse extremo na equipe, e até mesmo a desistência de alguns, levando a uma alta rotatividade.

Ambientes em que a precisão é indispensável tendem a valorizar esse tipo de líder, como nas áreas de finanças e prestação de contas, ou para o comando de serviços de alto padrão, como hotéis e restaurantes de luxo.

5. Liberal

O estilo de liderança liberal é o que prevalece neste caso. O líder com essa postura deixa que os funcionários tomem contam de seu cronograma de trabalho da forma que cada um julgar melhor, pois confia que tem uma equipe responsável.

Quem não gosta de metas e de pressão vai fazer de tudo para agradar um líder desse tipo, e cumprirá com seu trabalho para que o chefe veja que vale a pena deixar o funcionário mais livre. Porém, pode acontecer de alguns liderados começarem a procrastinar ao saberem que não serão fiscalizados com frequência.

Esse tipo de liderança costuma dar mais certo em projetos que demandam tempo e calma. Com isso, equipes artísticas, que elaboram conteúdos ou que fazem outros serviços criativos, rendem melhor com um líder assim.

6. Motivadora

Um líder motivador passa energia positiva para sua equipe, pois sabe significar as atividades de forma que os funcionários gostem e acreditem no que fazem.

Esse líder saber lidar muito bem com questões emocionais, portanto, ajuda a solucionar problemas de relacionamento e a comandar mudanças bruscas, de forma que os funcionários não se sintam amedrontados com novidades que surjam.

Algumas vezes, o envolvimento emocional e a alta preocupação com a vida pessoal dos colegas podem tirá-lo do foco. Porém, esse líder é ideal para ambientes em que a natureza do trabalho é mais exaustiva, como hospitais, asilos, orfanatos, cooperativas de trabalho braçal etc.

7. Situacional

Adotam uma postura situacional aqueles que conseguem adaptar o estilo de liderança à situação enfrentada.

Assim, ao lidarem com uma equipe indisciplinada, podem ser mais autoritários. Ao perceberem que o individualismo reina, vão agir de forma democrática para incentivar sua equipe a mudar de atitude.

O líder situacional será de grande valia a empresas que se renovam frequentemente, ou para as empresas que incentivam a atuação em territórios e setores distintos, já que ele estará pronto para assumir áreas, equipes e tarefas variadas.

8. Técnica

O líder técnico tem muito conhecimento prático em determinada função, com isso, ele é um ótimo exemplo aos demais funcionários. No geral, a equipe confia no que esse líder faz, e o segue naturalmente.

A competência é a característica mais positiva de pessoas com uma liderança técnica, porém, elas podem ter dificuldade em aceitar inovações, pois, no geral, têm medo de apostar em um modo de fazer diferente, já que sabem que sua forma de atuar costuma dar certo.

Líderes técnicos são eficientes para liderar trabalhos mecânicos e massivos, como cadeias de produção em fábricas e indústrias, e também para treinar um grande número de pessoas que executarão uma mesma função, como atendentes de telemarketing ou caixas de supermercados.

9. Visionária

O líder com postura visionária é aquele que prevê comportamentos e tendências. O que possibilita que ele aja assim é sua alta capacidade lógica e analítica. 

Ele costuma orientar com eficiência o que a equipe precisa fazer, e usa práticas que otimizam as tarefas, economizando tempo e aumentando a produtividade. A maior dificuldade desse líder pode ser lidar com questões de relacionamento interpessoal, já que seu lado racional é mais ativo do que o emocional.

Um líder visionário consegue atuar bem com demandas de planejamento e execução de projetos, além de cálculos e estimativas, seja qual for a área da empresa em que trabalhe. Além disso, ele é ideal para atuar com inovação.

Se você é líder, com certeza se identificou com um desses estilos, não é mesmo? Conhecer os pontos fracos e fortes de cada postura ajuda a adotar a melhor atitude perante sua equipe. Para se aprimorar mais nesse assunto, leia também nosso texto sobre como a liderança impacta a motivação dos seus funcionários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *