4 indicadores financeiros para analisar a saúde financeira da sua empresa

4 indicadores financeiros para analisar a saúde financeira da sua empresa

5 minutos de leitura

Em tempos de instabilidade econômica e altíssima competitividade como atualmente, toda empresa minimamente preocupada com sua sustentabilidade e sobrevivência em médio e longo prazo tem utilizado estratégias de gestão cuidadosamente planejadas. E, entre elas, a análise de indicadores financeiros surge como uma maneira eficaz e precisa de medir a saúde financeira de qualquer corporação, seja ela grande ou pequena.

Mas quais indicadores financeiros devem ser medidos e qual a verdadeira importância desse tipo de análise? É exatamente para responder essas questões que escrevemos este post. Continue a leitura e fique por dentro de informações bastante relevantes sobre esse assunto.

Qual a importância de utilizar indicadores financeiros em minha empresa?

A análise precisa de indicadores financeiros é fundamental quando se fala de uma gestão de negócios estratégica e eficaz. Por meio da coleta e análise de dados relevantes para o negócio, é possível acompanhar de perto o desempenho da empresa ao longo do tempo e, mais do que isso, repensar estratégias e planejamentos que não estiverem proporcionando os resultados esperados em tempo hábil, antes que seja tarde demais.

Além disso, com esses dados em mãos, os gestores acabam tendo uma visão holística da saúde financeira da empresa, e podem identificar de maneira muito mais fácil e clara quais são os pontos fortes e fracos da companhia. Dessa maneira, a correção de falhas e a reestruturação de estratégias e planejamentos tornam-se muito mais simples e certeira. Com o passar do tempo, os erros tendem a diminuir de maneira significativa e os resultados positivos passam a chegar com muito mais fluidez.

Engana-se, porém, quem pensa que basta que sejam construídas planilhas e mais planilhas, repletas de números a cada mês e, com isso, as respostas buscadas serão apresentadas como em um passe de mágica. Esses dados são somente a matéria-prima, que embasa e permite todo o processo de análise de indicadores financeiros. Com base nos demonstrativos gerados, passa-se então ao cálculo dos indicadores financeiros propriamente ditos.

Quais são os tipos de indicadores financeiros?

De maneira geral, os indicadores financeiros são divididos em quatro grandes grupos, de acordo com a origem dos dados e os objetivos finais de sua análise. São eles:

  • Indicadores de rentabilidade: permitem o conhecimento dos lucros da empresa em relação ao nível de vendas, ativos e capital investido. Esse tipo de indicador é particularmente útil na comparação do desempenho da empresa em períodos diversos.
  • Indicadores de estrutura de capital: analisam o endividamento da empresa, sua capacidade de gerar caixa suficiente para cobrir os juros de suas dívidas e garantir seu crescimento e expansão.
  • Indicadores de liquidez: comprovam a capacidade da empresa em cumprir suas obrigações de curto prazo dentro do vencimento.
  • Indicadores de atividade: medem a velocidade com que as contas da empresa são transformadas em vendas ou caixa.

Dentro de cada uma dessas categorias, existem diferentes indicadores financeiros que, quando calculados, trazem respostas referentes aos objetivos do grupo ao qual pertencem. A seguir, listaremos alguns importantes indicadores financeiros de cada categoria.

Quais os indicadores financeiros mais importantes dentro de cada categoria?

Indicadores de Rentabilidade

Dada em porcentagem, a Margem Operacional determina cada real de venda restante após a dedução de todas as despesas, exceto o Imposto de Renda (IR). Para calculá-lo, é necessário dividir o resultado operacional pela receita líquida de vendas. Assim, uma empresa com margem operacional de 15%, por exemplo, ganhou R$ 15,00 a cada R$ 100,00 vendidos.

Leia também -  Como fazer um planejamento estratégico de finanças?

A Margem EBITDA é preferida por muitos analistas, pois exclui do cálculo despesas financeiras e depreciação. O EBITDA é uma aproximação do impacto das vendas no caixa da empresa, dando uma ideia bastante consistente de retorno em termos de dinheiro em caixa. A sigla EBITDA é proveniente da expressão em inglês que quer dizer “lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização”.

Indicadores de Estrutura de Capital

O Endividamento Total/ Patrimônio consiste na relação entre o que a empresa deve e o que foi investido por acionistas. Caso o resultado seja um índice muito elevado, pode significar que a empresa terá dificuldades em conseguir novos financiamentos.

Cobertura de juros é a capacidade da empresa em pagar juros de sua dívida sem comprometer sua geração de caixa. Se a cobertura de juros for alta, o nível de endividamento da empresa costuma não impactar de maneira muito significativa. A maneira mais comum de se calcular a cobertura de juros de uma empresa é dividir o lucro antes dos juros e impostos (EBIT) pelas despesas financeiras brutas.

Indicadores de Liquidez

Liquidez Corrente mostra o quanto a empresa tem a receber em curto prazo em relação ao que deve pagar no mesmo período. Para obter a Liquidez Corrente, basta dividir o ativo circulante pelo passivo circulante. O melhor é que esse índice esteja sempre acima de 1, o que significa que a empresa não terá dificuldades em pagar suas obrigações de curto prazo.

Indicadores de Atividade

Giro de Caixa mede quanto dinheiro proveniente das vendas da empresa é usado de maneira rápida para financiar as suas atividades. Geralmente, quando o Giro de Caixa é alto, a Liquidez Corrente da empresa costuma ser baixa.

Esses são apenas alguns dos indicadores financeiros que podem ser calculados e analisados em sua empresa. Existem diversos outros, e a escolha depende, exclusivamente, dos objetivos de gestão e do que se pretende fazer efetivamente com os resultados das análises. De nada adianta calcular dezenas e dezenas de indicadores financeiros se não houver uma análise aprofundada de cada um e, principalmente, a criação de estratégias e ações a partir dos resultados observados.

Dentro desse contexto, uma estratégia que costuma trazer bons resultados é a comparação dos indicadores financeiros de sua empresa com aqueles demonstrados pelas empresas concorrentes. Isso dará uma boa ideia se a sua empresa está ou não no caminho certo. Acredite, a análise de indicadores financeiros pode colocar a sua empresa de uma vez por todas no rumo certo!

Achou que este conteúdo foi útil para você? Então siga a BLB Brasil Escola de Negócios nas redes sociais e não perca nenhuma de nossas publicações!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *