Liderança: é possível desenvolvê-la?

Liderança: é possível desenvolvê-la?

5 minutos de leitura

Todo profissional que deseja crescer na carreira se depara com a necessidade de apresentar certas características exigidas pelo mercado de trabalho. Uma delas é a habilidade de liderança, que vai distinguir um potencial gestor do restante da equipe. No entanto, muitos se perguntam se a liderança é algo que pode ser desenvolvido ou se já nascemos com ela.

Tornando-se um líder

Em primeiro lugar, é preciso entender que ser um gestor não é o mesmo que ser um líder. Ser um gestor envolve muitas competências técnicas, enquanto a liderança envolve competências mais humanas – se é que podemos chamá-las assim –, como a habilidade de estabelecer diálogos, delegar ou ensinar e corrigir.

Gestores podem ser excelentes em planejar, traçar objetivos ou organizar processos e procedimentos. Porém, é preciso ser um líder para manter a equipe unida, comprometida com os valores e metas da empresa e, claro, apresentando melhoria contínua. Alguns dizem que é possível ser um líder “autocrata”, que decide tudo sozinho, ou ser um líder “laissez-faire” (“deixe fazer”, em francês), que simplesmente se afasta e deixa os funcionários tomarem todas as decisões. Porém, em ambos os casos, é difícil manter a motivação e o foco.

Esses não são cenários impossíveis, mas só funcionam bem em situações muitos específicas. No caso do autocrata, quando a equipe já está em crise e precisa de um pulso forte; no caso do laissez-faire, quando a equipe é composta de colaboradores de alto desempenho e muito experientes.

A liderança que parece trazer os melhores resultados é a liderança “participativa”. Nesse modelo, todos são ouvidos, enquanto o líder ainda se envolve ativamente na tomada de decisões. As palavras-chave aqui são bom senso, respeito e profissionalismo. Tendo dito isso, é possível, sim, desenvolver a liderança. Para tanto, é preciso entender e exercitar as competências humanas, como se fossem um músculo. Aliás, mesmo que você apresente essas competências de maneira inata, ainda é preciso praticá-las e aprimorá-las continuamente.

Entendendo a liderança

Como dissemos acima, a primeira forma de desenvolver a liderança é entendendo as competências humanas que são necessárias. Para isso, estudar é um bom começo. Existem vários métodos de estudo que você pode seguir e vamos listar alguns dos mais acessíveis.

Leitura on-line

Existem literalmente milhares de sites e blogs na internet que trazem conteúdos de alta qualidade sobre liderança. Com esses textos, você pode começar a entender melhor as competências humanas que formam um bom líder. Esses conteúdos geralmente não são tão profundos quanto outras opções de estudo, mas são um passo inicial bastante prático e gratuito, que você pode iniciar agora mesmo.

Alguns bons exemplos de sites com conteúdos relevantes sobre liderança são os portais da Forbes Brasil ou da Revista Exame.

Cursos

Gestores de sucesso e especialistas em administração e empreendedorismo frequentemente tornam-se professores e levam seus conhecimentos a outros profissionais, que desejam alcançar os mesmos resultados em suas carreiras.

Esses cursos são uma boa opção porque trazem muitas referências práticas, cases, situações com as quais você vai se identificar. O mais importante é que você escolha um curso de uma organização confiável e comprometida com a excelência. Conheça nosso curso Liderança transformadora!

Coaching

O coaching é uma forma interessante de entender as competências humanas que farão de você um líder. Ele é um treinamento individual e completamente focado no seu perfil, nas suas necessidades, nos seus objetivos. Por esse motivo, sua eficácia é alta.

No entanto, vale a pena enfatizar que o investimento necessário para realizar um coaching também é consideravelmente maior do que para um curso regular. Essa pode ser uma boa opção quando você deseja aprofundar suas competências ou em uma situação na qual você já é gestor, mas ainda tem dificuldades com certos aspectos da liderança.

Outras opções

Listamos ainda cursos em escolas de negócios internacionais ou eventos nacionais e internacionais sobre liderança. Essas podem ser opções um pouco menos acessíveis, por fatores como a distância ou o valor do investimento. No entanto, sua principal vantagem é que representam uma oportunidade de fazer contato e networking com outros líderes, consagrados e futuros, do mundo dos negócios.

Praticando a liderança

O primeiro passo foi entender quais são as competências humanas que o líder deve apresentar. Agora, é preciso aplicá-las na prática. Para fazer isso, não espere que você esteja na posição de gestor: comece imediatamente a praticar a liderança com os seus colegas de trabalho.

Quando houver a oportunidade de trazer sugestões para a equipe, apresente suas ideias e procure conquistar o apoio dos demais. Quando houver um conflito, busque resolvê-lo de maneira imparcial. Quando surgir uma nova meta ou um desafio, tente motivar o time. Esses são alguns exemplos de atitudes que, tradicionalmente, são esperadas de um líder.

Se você demonstrá-las, não estará apenas praticando a liderança, mas também se destacando como um profissional promissor para ocupar cargos de gestão. Ou seja, é uma maneira de construir seu futuro profissional e, ao mesmo tempo, preparar-se para ele.

Seu único cuidado deve ser no sentido de não confundir liderança com autoridade – especialmente enquanto você ainda não é um gestor de equipe. A liderança deve ser algo natural. Seus colegas devem segui-lo porque confiam em você e na sua competência, jamais porque se sentem coagidos a isso. Lembre-se de que liderança tem a ver, acima de tudo, com a habilidade de estabelecer uma conexão empática com os outros. Assim, você pode gerir sem precisar “mandar”.

E então, você já visitou a página do nosso curso sobre liderança? Com ele, você vai aprender técnicas essenciais para a liderança de uma equipe no dia a dia. Isso inclui desde a definição dos papéis de cada colaborador até a sua própria atuação como coach da equipe, ajudando seus funcionários a alcançar o desenvolvimento profissional!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *