8 fatores que garantem uma mudança organizacional de sucesso

8 fatores que garantem uma mudança organizacional de sucesso

6 minutos de leitura

Vivemos em uma era do conhecimento exponencial, na qual constantes transformações influenciam nossa relação com o mundo e impactam na necessidade constante de adaptação e mudança organizacional. Para as empresas, esse cenário é uma realidade que representa cada vez mais incertezas e instabilidade no mercado.

Os consumidores têm ficado mais exigentes, a cada dia surgem novos modelos de negócio, a concorrência aumenta, o ciclo de vida dos produtos cai e, além disso, temos observado a criação de um novo perfil de mão de obra. Logo, a mudança se torna um processo vital na sobrevivência e manutenção da competitividade.

Saiba o que é mudança organizacional ou change management

A mudança organizacional é um conjunto de atividades que ocorre de forma planejada ou não. O intuito é aprimorar a interação com os ambientes interno e/ou externo e assim ter mais eficácia na realização dos objetivos empresariais.

Quando há planejamento, cria-se uma estratégia para que a mudança eleve o patamar da gestão, representando melhores performances e resultados. Além de promover o desenvolvimento para a empresa e todos os envolvidos.

Quando a mudança ocorre no formato não planejado, o que se faz é apenas solucionar problemas conforme estes aparecem. O objetivo é manter a sobrevivência, mas sem um processo estruturado com foco no crescimento e aperfeiçoamento da gestão.

Ao planejar é possível levar diversos aspectos em consideração e direcionar a organização para um estágio que se deseja alcançar, envolvendo todos nos esforços voltados a esses objetivos.

Mudar aumenta a velocidade do raciocínio, ajuda no processo de tomada de decisão e torna as pessoas mais resistentes à frustração. Mas e quando essa transformação acontece dentro da empresa, com diversos perfis de colaboradores, cada um com interesses diferentes?

Conheça os fatores que definem o sucesso no momento da mudança organizacional e saiba como conduzir uma mudança positiva na sua empresa!

1. Comece com um bom planejamento

Para muitas pessoas a palavra mudança representa uma ameaça e quebrar esse paradigma é um dos pontos de partida. Por essa razão, antes de iniciar uma mudança organizacional de sucesso é fundamental revisar as estratégias, processos e estruturas, no intuito de avaliar como serão estabelecidas as metas. O gestor deve estar atento aos aspectos que podem facilitar ou bloquear o processo e enfrentar os desafios que surgirão.

Assim como a vida, a empresa só muda quando as pessoas também mudam e, por isso, é preciso prepará-las e planejar de forma detalhada os passos que serão dados e aonde se deseja chegar, além do papel de cada um nessa jornada. Reconhecer as falhas e o que precisa ser modificado também é um importante passo no começo.

2. Empodere os envolvidos

Os principais agentes da mudança desejada são os próprios funcionários, que poderão aderir ou não às transformações que forem impostas. Para isso, é importante definir líderes e torná-los aliados no processo de mudança, conquistando e garantindo a sua adesão ao programa proposto.

É importante torná-los parte fundamental do processo de planejamento, envolvendo-os na criação de estratégias e no apoio à aceitação pelos demais funcionários. Identificar e remover eventuais barreiras que existam entre as pessoas e a organização faz parte do movimento de empoderamento.

3. Elabore uma visão

Assim como é feita a definição da visão empresarial no momento da concepção da empresa, com o intuito de se definir o que a organização almeja e aonde pretende chegar, elaborar a visão do processo de mudança também é fundamental. É importante que fique claro para todos o que norteia as transformações, pois elas exigirão mais das pessoas no momento de sua implantação, que se perguntarão o porquê de tanto esforço.

Leia também -  Como saber se minha empresa é saudável?

Então, para que todos possam se envolver, é importante que vejam sentido na mudança, que sejam cativados pelo propósito e que este tenha uma influência positiva em todos. Inspirando melhorias no dia a dia das pessoas.

4. Relacione com a cultura organizacional

Toda organização tem uma cultura e esse é um dos principais aspectos a serem observados no momento de mudança organizacional. Ela muitas vezes implica na transformação cultural, quando este não é o principal pilar almejado.

Sendo assim, é fundamental que o esforço de transformação esteja diretamente relacionado e que a cultura da organização possa incorporar os novos valores que fazem parte do momento que a empresa deseja inserir em sua dinâmica. Da mesma forma que é preciso observar aqueles aspectos da cultura que são nocivos à transformação que se espera, para que eles sejam evitados.

5. Comunique claramente

Assim como os demais desafios relacionados ao capital humano, garantir a retenção do aprendizado daquilo que se espera também é um deles. É preciso que as pessoas compreendam os objetivos, conforme já foi falado acima.

Será preciso habilidade para comunicar todos os detalhes que se espera do processo de transformação, já que existirão todos os outros aspectos da rotina organizacional acontecendo na mesma velocidade que antes. Será preciso ter foco, clareza e objetividade para evitar estresse e instabilidade na equipe.

6. Inspire senso de urgência na sua equipe

Uma das tarefas mais difíceis na mudança é convencer as pessoas da necessidade de promover alterações que as tirem da zona de conforto. Por isso, é preciso ter senso de urgência, determinar prazos, demonstrar seriedade para que as pessoas possam aderir ao movimento com qualidade.

Algumas vezes será necessário afastar determinados perfis que não se enquadram na mudança estabelecida. Principalmente se são pessoas que ocupam cargos de liderança ou que têm alto poder de influência sobre a equipe, no intuito de fazer com que a mudança ocorra de forma mais leve e fluida.

7. Defina metas simples e de curto prazo

Esse ponto também ajuda a definir quais iniciativas devem ser priorizadas. Logo, é criada uma hierarquização dos objetivos que ajuda a todos a reconhecerem as prioridades da organização.

Motivar e engajar o time fica mais fácil quando eles sentem as transformações de perto e veem os efeitos da mudança no cotidiano, por meio de benefícios que validem o esforço. Recompensar os envolvidos gera mais envolvimento, inspira confiança e mais participação.

Por esse motivo, metas simples são recomendadas. Assim, as influências das mudanças têm repercussão em pouco tempo, dando mais consistência a todo o processo.

8. Esqueça aquela velha opinião e quebre paradigmas

A quebra de paradigmas permite encontrar novas soluções para problemas antigos, enxergar novos caminhos, renovar o nosso modo de ver e fazer as coisas, gerando todo um ecossistema de inovações e estímulo à criatividade. Todos ganham com o processo, que gera desenvolvimento e prosperidade.

Estar atento às principais tendências de negócios, se atualizar, estar consciente da constante necessidade de aprender é o primeiro passo para se adaptar e continuar crescendo, seja você iniciante ou um gestor com muitos anos de carreira. Todos somos eternos aprendizes e reconhecer essa condição humana imperfeita nos possibilita enxergar coisas novas e aprender algo todos os dias.

E então, como estão suas competências de Liderança, Gestão, Comunicação, Negociação e Inovação? Você já sentiu a necessidade de revolucionar sua carreira e contribuir para uma mudança organizacional de sucesso?

Leia também -  Como inovar no setor de contabilidade pode alavancar os resultados da empresa?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *