Descubra as metodologias para otimização de tempo nos estudos

Descubra as metodologias para otimização de tempo nos estudos

6 minutos de leitura

Para crescer profissionalmente, a educação é o caminho mais seguro. Essa é uma máxima que muitos conhecem, mas poucos sabem como colocar em prática. Isso tem a ver com a dificuldade que as pessoas apresentam de se concentrar e realmente assimilar conceitos.

Nesse caso, é preciso dispor de recursos para garantir a otimização de tempo nos estudos, melhorar o aprendizado e, assim, fazer da educação um elemento fundamental para o sucesso profissional. Para tanto, é possível contar com metodologias que fizeram a diferença na vida de muitas pessoas bem-sucedidas.

Métodos de otimização de tempo nos estudos

Pomodoro

O método Pomodoro permite organizar sua vida em relação aos estudos de maneira que o tempo se torne um verdadeiro aliado. Basicamente, a técnica consiste em concentrar dentro de 25 minutos sua atenção no conteúdo em questão.

O criador da técnica, o italiano Francesco Cirillo, realizou uma série de pesquisas até chegar ao tempo ideal de concentração do cérebro humano. Segundo ele, em 25 minutos é possível ter o desempenho mais satisfatório possível.

Como Cirillo usou um cronômetro em formato de tomate para gerenciar o tempo em suas pesquisas, ele carinhosamente apelidou a técnica com o termo em italiano, ou seja, “pomodoro”.

Fato é que, com a técnica Pomodoro, você pode listar as tarefas que precisam ser cumpridas e dedicar 25 minutos para cada uma delas, dando uma pausa de 5 minutos entre uma e outra. A cada quatro “pomodoros” você pode realizar uma pausa maior, de 30 minutos, e reiniciar o processo. É um dos métodos mais conhecidos para otimização de tempo.

Getting Things Done

A Arte de Fazer Acontecer, em português, é um livro de David Allen em que ele ensina sua técnica de produtividade. Na obra, o ponto central é compartilhar informações a respeito de como é possível trabalhar a otimização do tempo se engajando naquilo que deve ser feito. Algo útil especialmente para pessoas que apresentam excesso de atividades para fazer e, por isso, se desconcentram com facilidade.

O intuito é você se organizar adequadamente para que, cada vez que fizer alguma coisa, dedique o máximo de foco àquela atividade, sem que sua cabeça se distraia. Em resumo, o GTD se baseia em quatro passos simples:

  1. Capturar: é o momento de tirar as ideias da cabeça e transferi-las para um local onde fiquem visíveis.
  2. Processar: é quando você se concentra naquilo que foi capturado e atribui um grau de relevância para cada tarefa.
  3. Executar: é nessa etapa que você começa a fazer as coisas acontecerem, seguindo sempre a ordem de importância estabelecida.
  4. Refletir: é criar o hábito de revisar periodicamente todo o sistema, de maneira que as informações se mantenham atualizadas e você tenha como agir e rever suas ações.

Kanban

Voltado ao aumento da eficácia e da eficiência, o Kanban é um método desenvolvido por profissionais da empresa japonesa Toyota, do segmento automobilístico. Foi por meio desse sistema que a companhia se tornou uma das mais importantes do mundo ao longo do século XX.

Na prática, o Kanban trabalha com referências visuais, definindo e descrevendo as tarefas a serem realizadas, bem como as que estão em produção e as já concluídas. Sua capacidade está em orientar a pessoa enquanto ela está produzindo, de maneira que seja capaz de perceber sua evolução e enxergar o que falta para atingir seus objetivos.

Para adaptar esse método de otimização de tempo aos seus estudos, você pode usar uma tabela com três campos: um dedicado às coisas que você precisa fazer, um para aquelas que estão sendo executadas e outro para as que já conseguiu terminar.

Assim, basta colar cartões com as informações das tarefas no tempo em que elas se encontram. À medida que você observa o progresso acontecendo e percebe que está para atingir os resultados, sente um efeito psicológico muito positivo.

Don’t Break The Chain

Essa metodologia talvez seja a mais simples, mas nem por isso deixa de apresentar grande utilidade para seus praticantes. Esse método motivacional que Jerry Seinfeld inventou para criar piadas regularmente funciona muito bem para diferentes propósitos. Só precisa de um calendário e uma caneta para colocar em prática.

Inicialmente, você define o que precisa ser feito e o tempo de execução do projeto (ler diariamente 10 páginas durante um mês, por exemplo). Se as atividades forem concluídas com êxito, no fim do dia você marca um X no calendário compreendendo todo o espaço, de modo que, dia após dia, a sequência de marcações se assemelhe à forma de uma corrente.

A ideia é não quebrar essa corrente — por isso o nome “Don’t Break The Chain”. Trata-se de um método que pode ajudar especialmente pessoas que costumam apresentar dificuldades para manter a disciplina nos estudos.

Dezoito minutos

A proposta da técnica dos 18 minutos é fazer com que você não apenas estude, mas também reflita a respeito do conteúdo absorvido e sobre a maneira como tem acontecido o seu aprendizado.

A primeira fase consiste em dedicar cinco minutos para fazer o planejamento de estudos. Assim, você desenvolve rapidamente uma lista de atividades para serem executadas.

Na etapa seguinte, você programa um alarme para soar após 60 minutos e começa a realizar a primeira tarefa. Ao fim desse período, você faz uma reflexão em apenas um minuto sobre essa hora de estudos. Você vai repetindo esse processo e, quando finalizar os estudos, tira outros cinco minutos para pensar a respeito do que foi feito em toda a jornada.

O nome da técnica vem da soma dos cinco minutos usados para fazer o planejamento com os cinco minutos do final mais oito minutos das pausas feitas após cada hora de estudo, considerando, claro, uma rotina de oito horas de estudo por dia.

Enfim, avalie cada método de otimização de tempo nos estudos em função do seu perfil e procure aquele que melhor se encaixa nas suas características pessoais e estilo de vida. Assim, você pode aumentar seu rendimento nos estudos e conseguir resultados ainda melhores na sua vida profissional.

Conhece outra técnica para otimizar o tempo? Então deixe seu comentário abaixo e partilhe isso com a gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *