Saiba como montar um planejamento estratégico para sua empresa

Saiba como montar um planejamento estratégico para sua empresa

3 minutos de leitura

Quais são os planos para a sua empresa? Crescer no mercado? Aumentar a rentabilidade? Seja qual for o objetivo, ele só será alcançado se for estabelecido um planejamento estratégico.

No livro “Administração, conceitos e aplicações”, Megginson, Mosley e Pietri Jr. definem planejamento estratégico como “atividades que envolvem a definição da missão da organização, o estabelecimento de seus objetivos e o desenvolvimento de estratégias que possibilitem o sucesso das operações no seu ambiente”.

As empresas devem compreender a importância do planejamento estratégico e realizá-lo com frequência.

Como iniciar um planejamento estratégico?

Fazer um planejamento estratégico é uma atividade relativamente simples. Porém, vai exigir conhecimento sobre a empresa, dedicação e um sistema de avaliação.

Há várias metodologias que podem ajudar no processo de desenvolvimento da estratégia. Mas a lógica que deve ser seguida envolve os pontos abaixo:

Defina seus objetivos

A base de um planejamento estratégico é desenvolver a missão, visão e valores da empresa. É importante definir qual é o propósito e onde a empresa quer chegar. A partir daí, deve-se estabelecer metas, as mais específicas possíveis. Porém, lembre-se sempre de manter o realismo e não colocar metas muito exageradas ou muito fáceis de serem alcançadas.

Estude sua empresa e o mercado

O empresário precisa estudar sua empresa e saber quais são as possíveis ameaças e oportunidades do ambiente externo.

Nessa etapa, é necessário avaliar a eficiência dos processos da empresa, analisando suas forças e fraquezas. Logo depois, é hora de olhar o mercado e descobrir necessidades não declaradas dos consumidores ou falhas que os concorrentes cometem e que podem beneficiar seu negócio. Aqui vale buscar inspiração nos concorrentes por meio do benchmarking.  Também, deve-se olhar para o mercado e analisar as ameaças, como altas das taxas de juros.

Uma ferramenta que pode ajudar bastante nessa etapa é a Matriz SWOT, também conhecida no Brasil como a Matriz FOFA. Ela mede as forças (S, de stregths, em inglês) fraquezas (W, de weakenesses) do negócio, e também oportunidades (O, de opportunities) e ameaças (T, de threats) do mercado.

Outra ferramenta é a 5 Forças de Porter, desenvolvida para analisar a concorrência entre as empresas. Seu funcionamento consiste em avaliar detalhadamente cinco forças competitivas. São elas:

  • Ameaça de entrada de novos concorrentes;
  • Poder de negociação dos fornecedores;
  • Ameaça de produtos substitutos;
  • Poder de negociação dos clientes; e
  • Rivalidade entre os concorrentes.

Plano de ação

Com todas as informações em mãos, é hora de implementar um plano de ação para atingir os objetivos e metas estabelecidos no primeiro passo.

Mas antes de colocá-lo em prática, pense em como será feita a análise da evolução do processo depois. Por exemplo, um dos métodos de avaliação será a comparação dos resultados de vendas obtidos no mês com o mesmo mês do ano anterior? Serão estabelecidos comparativos trimestrais?

A avaliação do processo de planejamento estratégico não pode ser feita apenas ao final da aplicação. É importante que as mensurações ocorram ao longo de todo o plano de ação. Se necessário, estratégias podem ser revistas e também as metas modificadas. O planejamento só será estratégico se se adaptar à realidade da empresa.

A BLB Brasil pode ajudar a sua empresa com uma gestão orientada para resultados. Entre em contato com a nossa equipe e saiba mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *