Guia de organização e responsabilidades do contador

Guia de organização e responsabilidades do contador

6 minutos de leitura

O contador é um profissional que vem se destacando cada vez mais no ambiente empresarial. Por isso, esqueça aquela velha imagem ligada meramente à apuração de impostos e elaboração de demonstrações obrigatórias. Hoje, as responsabilidades do contador envolvem não só as últimas novidades fiscais, mas também aquelas relacionadas com tecnologia, demonstrações, relatórios gerenciais e, até mesmo, diferentes habilidades decisórias.

Este post te ajudará a compreender melhor qual é o perfil desejado na atualidade. Confira!

Principais responsabilidades do contador

O trabalho do contador é primordial, tanto na abertura quanto no encerramento de uma empresa. No caso da abertura, o contador será o responsável, muitas vezes, por definir qual será o tipo jurídico assumido e a tributação escolhida. O que demonstra a importância desse profissional já neste primeiro momento de vida empresarial.

Além disso, o contador ajudará na elaboração do contrato social bem como na execução dos procedimentos de abertura. Tudo relacionado às autorizações e licenças necessárias para que a empresa inicie suas atividades. Na sequência, o profissional também atuará na elaboração e divulgação de todas as informações contábeis relacionadas à atividade corrente da empresa.

Baseado nisto, o profissional deve buscar atualização constante sobre a legislação vigente. Bem como entender profundamente quais são os impactos do tipo societário escolhido e também da tributação que a empresa adotará, além da atenção ao registro diário das informações contábeis da organização.

Já no fechamento de uma empresa, o contador também desempenhará função muito importante. Isso porque ele será o responsável por orientar os passos que devem ser seguidos para que esse processo seja elaborado com êxito.

O contador deverá atuar no levantamento e encerramento das demonstrações contábeis e do inventário, pagamento dos credores e, também, verificação dos valores recebíveis e outras pendências que a empresa possa ter.

Nesse ponto, o profissional deve estar atento aos cálculos envolvidos na partilha dos bens e relacionados à liquidação das contas, além do distrato comercial e declarações fiscais e de baixa em órgãos em que a empresa estava registrada. Aqui, o trabalho do contador evitará possíveis problemas entre os sócios e destes com órgãos regulamentadores.

Ética profissional

As responsabilidades do contador, além de técnicas, estão pautadas pela ética. Dessa forma, o respeito ao Código de Ética do Profissional Contabilista (CEPC) deverá estar presente na rotina dele.

Ações como reter documentações da empresa em face do não pagamento por parte do cliente, falhas e erros na elaboração e envio das informações contábeis e fiscais podem ser punidas de diferentes formas. Essas ações poderão, até mesmo, comprometer o trabalho desse profissional no futuro.

Além da preparação técnica que é exigida e deve ser respeitada pelos profissionais da área contábil, outro ponto bastante sensível, e que se deve dar atenção, é o sigilo que a profissão exige. Isso porque o contador lida com informações financeiras e, muitas vezes, estratégicas, das empresas.

O CEPC normatiza não só o exercício da profissão frente aos clientes, mas também apresenta importantes observações em relação ao contador em si, sua postura, formas de buscar novos clientes e também do comportamento exigido para esses profissionais. Assim, conhecer e, acima de tudo, respeitar o código é uma das obrigações mais importantes dos profissionais dessa área.

Responsabilidades civil, tributária e criminal

Ainda no que diz respeito às responsabilidades do contador, além das questões envolvidas com o CEPC, esse profissional também deverá estar atento às responsabilidades civil, tributária e criminal. No primeiro caso, desde o ano de 2003, foi instituída pelo Código Civil a responsabilidade solidária do profissional contábil em relação aos atos dolosos que, por ventura, tenham sido causados por seus clientes a terceiros.

Leia também -  MP 669 de 2015: a transição da CPRB de Desoneração da Folha de Pagamentos para Confisco Tributário

Logo, ocultação ou manipulação de dados contábeis, apresentação de demonstrações com erros ou fraudes, poderão penalizar o contador. Assim, para evitar os problemas oriundos de responsabilidade civil o profissional deve ser cauteloso e atento aos registros. Ele também deve ficar atento à elaboração de demonstrações, respeitando o que prevê o CEPC e também a Lei.

Com relação à questão tributária, o contador é o responsável pelos créditos tributários perante a Fazenda Pública. Ou seja, caso ele cometa algum erro ou falha poderá ser responsabilizado por estes. Respondendo, inclusive, com seus bens pessoais para o pagamento de tributos faltantes.

Esse tópico ainda gera muitas discussões sobre a responsabilização do profissional contábil. Porém, para evitar qualquer problema é necessário estar atualizado em relação aos impostos e legislações vigentes.

Caso o contador falsifique ou altere algum documento público ou particular, além das sanções previstas no CEPC, ele poderá ser penalizado de acordo com o Código Penal. Assim, agir com ética, conhecimento e buscar constantemente as melhores práticas de contabilidade deve fazer parte da rotina do Contador.

Dedicação ao cliente

A ética e o respeito à legislação são essenciais, mas de nada adianta isso se o contador não tem dedicação aos seus clientes. Aqui é preciso estar atento às necessidades deles que, muitas vezes, vão além da apuração de impostos e elaboração de demonstrações contábeis obrigatórias.

Por essa razão, é necessário compreender que a profissão contábil está mudando. O profissional dessa área é cada vez mais requisitado para gerar informações que serão utilizadas no processo de tomada de decisão.

Assim, neste contexto, o profissional deverá compreender quais são as necessidades dos clientes. Entender de que forma os serviços podem ser oferecidos para que eles tenham informações mais detalhadas sobre o negócio, oferecendo sempre a atenção que cada um deles precisa.

Conhecimento profundo da atividade

O contador deverá estar atento à sua importância junto às organizações, mas, também, às suas necessidades. O profissional deve compreender quais são as suas atividades diárias e organizá-las de maneira que seja possível executá-las. Tudo isso dentro dos preceitos éticos e legais e com a qualidade e atenção que os clientes necessitam.

Além disso, o contador também deve estar atento à separação entre o seu trabalho e as atividades em casa. Isso porque uma carga muito grande de trabalho pode impactar negativamente em sua vida pessoal. Aqui é preciso buscar o equilíbrio.

Dessa forma, conhecer profundamente sua atividade, qual o tempo necessário para a contabilização das empresas e buscar profissionais capacitados para auxiliá-lo é uma obrigação do profissional que quer se destacar.

Outro ponto de atenção, que também impactará nessa rotina, é a busca por educação continuada. Por meio dela, o profissional terá acesso às últimas práticas do mercado em relação a tributos, demonstrações, novas obrigações acessórias e outras especificidades dessa carreira que precisa estar sempre em movimento.

Agora que você já sabe quais são as responsabilidades do contador e como esse profissional deve estar atento a elas, que tal conhecer um pouco mais sobre a Formação de Gestor Like a Boss, que hoje é essencial na carreira? Clique aqui e saiba mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *