Implantação da IFRS 16 em Arrendamento Mercantil (Leasing)

A norma internacional de contabilidade IFRS 16 (CPC 06 – R2), que trata de leasing, substituiu a norma IAS 17, bem como alterou substancialmente a contabilidade dos arrendatários. Para os arrendadores, não houve mudanças significativas trazidas pela nova norma.

Segundo a norma anterior, os arrendatários classificavam os arrendamentos mercantis em dois tipos: financeiro ou operacional.

No arrendamento financeiro, o ativo adquirido e o passivo contraído eram reconhecidos no balanço patrimonial da arrendatária, diferentemente do que ocorria no arrendamento operacional, em que as despesas do arrendamento eram reconhecidas diretamente no resultado, ao longo do contrato.

Diante disso, o modelo da IAS 17 foi muito criticado, pois não oferecia aos usuários das demonstrações financeiras uma clara extensão dos ativos e dos passivos da companhia.

No novo modelo de contabilização do leasing (IFRS 16), em vigor a partir de janeiro de 2019, com dados comparativos para o exercício de 2018, os conceitos de arrendamentos operacionais e financeiros foram substituídos por um único modelo, no qual o arrendatário reconhece em seu balanço patrimonial todas as operações de leasing (aluguéis). Ou seja, deverá ser registrado o “direito de uso do ativo” em contrapartida do passivo, com exceções para contratos de curto prazo e de ativos com baixo valor.

Benefícios na aplicação da IFRS 16

  • Aprimora a qualidade e a transparência das demonstrações financeiras, graças ao registro de ativos e passivos;
  • Proporciona critérios de comparabilidade entre as demonstrações financeiras das empresas, inclusive as empresas que arrendam ativos e aquelas que os compram;
  • Investidores e outros usuários entendem com clareza a extensão de ativos e passivos de arrendamento.

Desafios para sua empresa

A IFRS 16 exige um maior controle sobre os contratos de arrendamento. Isso demanda sinergia entre diversos departamentos, como jurídico, financeiro, contábil, fiscal, TI, suprimentos e outros. Com essa complexidade aumentada, também são maiores as chances de que enganos prejudiciais sejam cometidos.

Como podemos ajudar?

  • Efetuamos um diagnóstico das diferenças existentes entre as práticas contábeis que sua empresa adota versus as práticas indicadas pela IFRS 16;
  • Estabelecemos um plano de ação para implementação das divergências de práticas contábeis;
  • Assessoramos sua equipe na análise de contratos complexos, os quais requerem julgamentos e premissas;
  • Compartilhamos com sua empresa soluções para minimizar o impacto da nova norma;
  • Elaboramos um planejamento de treino e especialização do corpo funcional.

Nossos diferenciais

  • Possuímos vasta experiência na implantação das Normas Internacionais de Relatórios Financeiros;
  • A equipe de IFRS do Grupo BLB Brasil é multidisciplinar. Envolve profissionais certificados, técnicos contábeis, especialistas em gestão de ativos, tecnologia da informação, impostos e outras frentes imprescindíveis para as análises da nova norma;
  • Temos experiência na aplicação das IFRS em diversos segmentos, de forma que podemos auxiliar e compartilhar com sua empresa nosso conhecimento.

Quero saber mais

Serviços - Como podemos lhe ajudar?
Enviando...

Mais serviços em Auditoria Independente

[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]