Capacidade técnica como base de liderança para o sucesso do negócio

Capacidade técnica como base de liderança para o sucesso do negócio

6 minutos de leitura

capacidade técnica se trata do conjunto de habilidades que adquirimos por meio da educação formal, ou seja, os conhecimentos relacionados com o nível de escolaridade, que precisa ser compatível com as funções que a pessoa vai assumir dentro da organização.

Assim, os treinamentos, cursos de habilitação profissional e especializações visam à obtenção de melhor desempenho no exercício do cargo. Tendo isso em vista, os conhecimentos técnicos são adquiridos pela soma da escolaridade com as atualizações de mercado, mais a experiência adquirida ao longo da vida profissional.

Para cargos de liderança, além de dominar boa parte da rotina da equipe, sabendo direcionar as demandas e resolver as questões do dia a dia, é preciso ficar atento a questões como automotivação, motivação da equipe, organização, análise, repreensão, planejamento decisório e, principalmente, saber direcionar uma boa comunicação entre o time.

Para entender melhor a importância da capacidade técnica como requisito para liderar um negócio rumo ao sucesso, continue a leitura deste post.

Gestão de pessoas: capacidade técnica e liderança

De forma geral, líderes executam trabalhos por meio de outras pessoas e tomam decisões que exigem preparo e experiência, direcionando recursos e as atividades de seus liderados com o objetivo de atingir determinados resultados. A parte técnica depende apenas de você e do quanto se capacitou para assumir a liderança. Entretanto, a parte humana é mais complexa.

Isso porque o perfil dos novos profissionais do mercado mudou bastante, principalmente a geração Y, nascidos a partir dos anos 80. Eles são mais questionadores e não têm medo de trocar de emprego em busca de novos desafios e de realização profissional. Saber lidar com subordinados de diferentes culturas e necessidades, portanto, é um desafio de qualquer líder.

Embora um gerente possa ter boa capacidade técnica e humana, nada impede que ele venha a fracassar como líder por causa da sua falta de habilidade para processar e interpretar racionalmente as informações. Ainda assim, você pode encontrar seu próprio jeito de assumir uma liderança eficiente, agir com bom-senso, equilíbrio e serenidade.

Sobretudo, tenha em mente que no contexto da liderança, posicionamento é a chave, da mesma forma que o senso de justiça é uma obrigação. O resultado de uma boa liderança é a consequência de atitudes e escolhas consistentes.

Veja as dicas que listamos abaixo para conduzir sua equipe aliando conhecimento técnico e emocional:

Esclareça as expectativas

Você não vai competir com os membros da sua equipe. O esperado de um grande líder é que ele direcione, oriente e motive para fazer com que os liderados alcancem os resultados esperados. Portanto, seja claro quanto ao propósito da sua missão e ao papel de cada um dentro da equipe.

Pense diferente

De forma geral, diferenciação é a estratégia que mais tem relação com o sucesso e o alcance de resultados. Ser diferente proporciona vantagens competitivas como ser inovador, característica que diferencia você da concorrência e o posiciona de forma positiva no mercado.

Dê feedback para a equipe

Oferecer feedbacks após reuniões e conversas é fundamental para o desenvolvimento da equipe e para a entrega de resultados cada vez melhores. Tendo isso em mente, promova encontros semanais ou mensais para dividir os desafios e traçar as estratégias junto com a equipe, compartilhando sempre suas opiniões, ideias e ressalvas.

Crie um bom networking com os demais líderes

Construa um bom networking entre os demais líderes da empresa, mantendo-os informados a respeito da sua área e evitando a competição. Em outras palavras, procure fazer com que as pessoas o enxerguem como um facilitador e um conciliador. Isso garantirá uma imagem profissional confiável entre seus colegas.

Leia também -  Qual a importância da definição dos ativos fixos em sua empresa?

Comemore os resultados

É importante assumir uma postura positiva diante da equipe e comemorar o bom desempenho do time. Por isso, seja o mensageiro de boas notícias, motive, engaje e surpreenda as pessoas. É preciso estar atento aos feedbacks positivos para elevar os padrões de desempenho das pessoas.

Para liderar uma equipe, em primeiro lugar, você deve desenvolver a si mesmo. Confira aqui alguns passos para uma autoliderança eficiente:

Conheça a missão, visão e valores da empresa

Procure alinhar seu projeto de vida profissional com a visão, missão e valores da empresa para a qual trabalha. Isso vai ajudar você a direcionar melhor sua energia para alcançar seus objetivos, além de favorecer as metas esperadas pela organização e auxiliá-lo a trabalhar sua melhoria contínua como profissional.

Assuma a responsabilidade

Quanto mais rápido você perceber que sua vida pessoal e profissional depende só de você, mais rápido vai assumir seu autocontrole, o que afeta diretamente sua postura enquanto líder. Você não vai se tornar um líder de si mesmo se não souber realmente o que o motiva, o que o sabota, o que desperta suas emoções e, principalmente, quais valores o movem.

Suporte os julgamentos

Tornar-se líder de si mesmo traz grandes presentes, mas também perdas. Uma delas é receber julgamentos por ter uma postura diferente dos outros e não estar feliz com a mediocridade. Assim, ter confiança no que está fazendo e transpor a barreira dos julgamentos é fundamental para o sucesso.

Conheça seus colegas de trabalho

Desenvolva sua autoestima e crie relações de confiança dentro da empresa com o seu networking. Isso vai contribuir para aumentar sua energia emocional e sua empatia.

Delegue sempre que possível

Por fim, confie projetos para aqueles subordinados que você deseja desenvolver. Para isso, acompanhe os resultados, dê sua opinião sincera e oriente se houver falhas no caminho. Lembre-se ainda de elogiar e recompensar o esforço para o alcance do objetivo proposto.

Para ajudar nessa tarefa, listamos 6 competências técnicas e emocionais que não podem faltar para você ter uma base de liderança para o sucesso do negócio. Acompanhe:

  1. Competência técnica: ter a capacidade de executar e os conhecimentos necessários para fazer de forma excelente e diferenciada o seu trabalho;
  2. Confiança: desenvolver atividades com consistência e coerência, de forma a convencer as outras pessoas;
  3. Cortesia: praticar a empatia, que é a capacidade de se colocar no lugar do outro, sentir as dores do outro e estar pronto para ajudar;
  4. Credibilidade: alto nível de precisão nas suas atividades diárias, como reflexo da boa formação técnica;
  5. Responsabilidade: responder agilmente a perguntas e questões colocadas;
  6. Comunicação: ter a competência de se comunicar com clareza e objetividade, usando todas as características acima, para convencer as pessoas e vender ideias.

Gostou do nosso post sobre capacidade técnica e já sabe da sua importância na liderança para o sucesso do negócio? Então, siga-nos nas redes sociais para acompanhar mais conteúdos como este! Estamos no Facebook, LinkedIn e YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *